Júpiter

Características

Júpiter é o maior planeta do sistema solar, com um diâmetro de 144.000 quilômetros, é quatrocentas vezes maior e mais volumoso que a Terra. Encontra-se a 779 milhões de quilômetros do Sol. Seu ano tem a duração de quase 12 anos terrestres. A rapidez com que gira em torno de si mesmo permite-lhe completar uma rotação em 9 horas e 55 minutos.

É composto principalmente por hidrogênio e a atmosfera compõe-se de amônia e metano, o que torna bastante semelhante a uma bola de gás. Sua temperatura é de -130ºC.

A exploração espacial de Júpiter foi realizada pela nave automática norte-americana Galileu, lançada em Outubro de 1989, e que atingiu o planeta no fim de 1995.

Mancha vermelha e anéis

Júpiter

A grande mancha vermelha, no hemisfério Sul, de c. 35.000 km de comprimento em longitude e c. 10.000 km em latitude, é uma furação gigante que emerge da camada de nuvens que o contorna.

Foi descoberta a existência de anéis em volta do planeta, constituídas de partículas de natureza e origem ainda desconhecidas. O anel principal tem largura de 6000 km e prolonga em direção ao planeta, com um halo difuso em oposição a um largo anel exterior, extremamente tênue.

Satélites de Júpiter

Entre os 16 satélites conhecidos, quatro tem dimensões planetárias: (Io, Europa, Ganimedes e Calisto). Alguns outros satélites são provavelmente asteróides que foram capturados pela atração gravitacional do planeta.

Veja as quatro maiores luas de Júpiter (abaixo), descobertas em 1610, por Galileu Galilei: Calisto e Ganimedes em cima, e Europa e Io embaixo.

As quatro luas de Júpiter: Calisto, Ganimedes, Europa e Io.

Características físicas

Características orbitais

Foto de Júpiter divulgada pela Nasa

Foto de Júpiter divulgada pela Nasa.

Foi divulgado pela NASA no dia 09 de outubro de 2000 uma foto do planeta júpiter (ao lado), a partir de uma câmera a bordo da nave espacial não-tripulada "Cassini" quando estava a 81.3 milhões de quilômetros (50.5 milhões de milhas) do planeta.

A foto é composta de imagens das áreas azul, verde e vermelha do espectro e, por isso, é uma imagem fiel das verdadeiras cores de Júpiter, que poderia ser observado por um telescópio terrestre.

A lua de Júpiter "Europa", onde se acredita possa haver um oceano subterrâneo é vista à direita, na parte encoberta pela sombra.


Não encontrou? Pesquise abaixo!