Animais em Extinção

Animais em Extinção

Ainda no século passado, viviam na Europa ursos, lobos, corças, camurças, cabritos-monteses, águias, galos dos bosques, faisões dos montes e outros. Hoje, pode-se caminhar por horas e horas ao longo de uma picada nos campos, sem ouvir o canto de um pássaro ou um ruído de um animal. É a "natureza silenciosa", um dos aspectos negativos das conquistas da nossa atual civilização.

Não a violência aos animais! Proteja os animais em extinção.

Trata-se de uma realidade que não pode ser ignorada: em todo o mundo, espécies inteiras de animais estão se extinguindo. As causas? Um cientista alemão, Vinzens Ziswiler, escreveu com amarga ironia: "A causa... o homem pode vê-la sempre que se olhar no espelho..."

Reação em cadeia

Boa parte das vezes a destruição poderia ter sido evitada ou, pelo menos, reduzida. Deve ser evitada ou reduzida, porque se o homem continuar a destruir a natureza acabará por se destruir a si próprio.

Se uma floresta é derrubada, por exemplo, desaparecem as ervas e frutos (alimento de certos bichos), e se lhes rouba também o refúgio natural; esses animais fogem ou morrem, e seu desaparecimento prejudica outros animais, que deles se alimentavam. É uma verdadeira reação em cadeia, cujo desastroso resultado final é o desaparecimento da fauna de regiões inteiras.

É caso para desesperar-se?

Sim e não. Sim, porque algumas espécies não poderão ser salvas, mesmo se forem poupadas pelo homem. Por outro lado, existem motivos de otimismo. Em alguns casos, as medidas de proteção permitem preservar muitas espécies e até fazê-las aumentar em número. Isso graças aos parques nacionais, que existem em diversos países. No Brasil, existem dezesseis parques e 27 reservas ecológicas.

Veja abaixo, o mapa dos parques nacionais:

Mapa de parques estaduais no Brasil.

1- Pacaás Novos (RO)
2 - Serra do Divisor (AC)
3 - Jaú (AM)
4 - Pico da Neblina (AM)
5 - Amazônia (AM/PA)
6 - Monte Roraima (RR)
7 - Cabo Orange (AP)
8 - Araguaia (TO)
9 - Lençóis Maranhenses (MA)
10 - Sete Cidades (PI)
11 - Serra da Capivara (PI)
12 - Ubajara (CE)
13 - Marinho de Fernando de Noronha (PE)
14 - Chapada da Diamantina (BA)
15 - Marinho de Abrolhos
16 - Monte Pascoal (BA)
17 - Grande Sertão Veredas (MG/BA)
18 - Serra da Canastra (MG)
19 - Serra do Cipó (MG)
20 - Caparaó (MG/ES)
21 - Itatiaia (MG/RJ)
22 - Serra dos Órgãos (RJ)
23 - Tijuca (RJ)
24 - Serra da Bocaína (SP/RJ)
25 - Iguaçu (PR)
26 - Superagüí (PR)
27 - São Joaquim (SC)
28 - Aparados da Serra (SC/RS)
29 - Serra Geral (SC/RS)
30 - Lagoa do Peixe (RS)
31 - Pantanal Matogrossense (MT)
32 - Chapada dos Guimarães (MT)
33 - Ernas (GO)
34 - Chapada dos Veadeiros (GO)
35 - Brasília (DF)

Quantos já desapareceram?

Segundo as estatísticas, mais de 300 espécies animais já desapareceram da face da Terra e a extinção continua ameaçando mais de 900 espécies existentes. Em nosso país - considerado como possuidor de uma flora e fauna entre as mais ricas do mundo - não se sabe ao certo quantas espécies já desapareceram.

As causas

Derrubada de florestas, poluição do ar, dos rios e mares, comercialização indiscriminada de determinadas espécies são fatores que, somados, estão provocando um perigoso desequilíbrio ecológico em diversos países. Além da caça indiscriminada para obtenção de carne, gordura, peles, plumas, troféus e lembranças. A coleta de ovos ou matança de filhotes, são bastante procurados devido ao grande lucro.

Doenças introduzidas ao meio ambiente pelos animais domésticos estão quase exterminando certas espécies.


Não encontrou? Pesquise abaixo!