Onça Pintada

Características

Se na América não vive o Leopardo, em compensação vive a onça, também conhecida por Jaguar ou Onça-Pintada, nome comum do maior e mais poderoso felídeo do continente americano. Seu nome, nas línguas indígenas das florestas subtropicais, é yaguar. É impropriamente chamada de tigre, pois é mais feroz que este e maior que a pantera.

O aspecto geral é maciço. Uma onça adulta pode medir entre 1,12 e 2 m de comprimento, não incluindo a cauda (de 60 a 70 cm), com 80 cm de altura até a espádua. Pode passar dos 100 kg.

Habita as matas das Américas do Sul e Central, em florestas quentes e úmidas. Graças a suas habilidades para nadar e trepar nas árvores, é capaz de capturar grande variedade de presas. É ágil, arisca, paciente, tenaz, silenciosa e muito feroz. Ela mergulha, salta, corre, e tem sentidos muito aguçados.

Constitui o terror das selvas sul americanas, pois a ferocidade e a agilidade surpreende e revela bastante sagacidade na caça. Na época das chuvas, quando a parte baixa da floresta se transforma num enorme lamaçal, a onça escala as árvores e por lá fica, durante semanas, até que passem as tempestades.

Onça pintada.

Pelagem

A pelagem tem um desenho característico, com a pele salpicada de rosetas, que consistem num círculo de pintas negras que rodeiam a outra, central, de cor clara. O pêlo malhado disfarça-lhe a presença confundindo-a com o ambiente.

Pele de onça é troféu valioso e muito procurado. Em vista disso, suas proprietárias, para salvar a pele, foram afastando-se dos locais mais freqüentados por homens e espingardas, de modo que, hoje em dia, para encontrar uma delas é preciso ir procurar bem no fundo das grandes matas, na vizinhança das aguadas - que são o seu lugar predileto. Está ameaçada de extinção devido a caça, mas já existem reservas onde ela é protegida como a de Foz do Iguaçu.

Alimentação

É carnívora. Caça veados, queixadas, macacos, antas (às vezes), cavalos, gado bovino (nas fazendas), capivaras e outros roedores e quando caça aves sabe imitar o seu pio. Vez por outra perde a parada para algum touro, para um bando de queixadas (que a despedaçam a mordidas) ou para o tamanduá, com suas unhas e poderoso abraço. Não perdoa sequer os peixes, arranca-os de dentro da água a tapas, deglutindo-os sem a menor consideração. A onça pode comer até mesmo o jacaré, que sucumbe ao seu ataque, e ainda uma jibóia, que quando abocanhada pela onça, não escapa.

Somente o porco-do-mato, lhe inspiram certo respeito, por que vivem em bandos e atacam em massa quando incomodados. Mas nem mesmo eles vivem tranqüilos: basta um afastar-se dos outros para que o gatão lhe caia em cima, sem dó nem piedade.

Onça pintada (rosto).

Filhotes

Sua gestação dura 120 dias, tendo de 2 a 3 filhotes por vez. O treinamento das crias inclui empurrões para que eles caiam na água e percam o medo de nadar.

A onça pode ser cruzada com o leopardo, tão chegado é o parentesco das duas espécies. O único problema é um não matar o outro.

O casal cuida do bem-estar da família e para protegê-la, investe até contra o homem, a quem normalmente teme. A onça fêmea só dá emancipação aos seus filhotes depois que eles começam a caçar sozinhos e quando isso acontece, o filhote já está transformado em um animal dos mais respeitáveis.

Onça pintada ou jaguar em um cativeiro.

Classificação científica


Não encontrou? Pesquise abaixo!